BI financeiro: o que é, benefícios e como aplicar na sua empresa

bi financeiro0
Blog > Financeiro > BI financeiro: o que é, benefícios e como aplicar na sua empresa

“Será que meu negócio precisa de um BI financeiro?”

Se você está em dúvida sobre a importância dessa ferramenta de gestão para sua startup, imagine as seguintes situações:

  • No meio de uma reunião de negócios, potenciais investidores indagam sobre seus indicadores financeiros atualizados, ou
  • Surge uma ótima oportunidade de aquisição, mas você precisa saber se o capital de giro (ou o índice de endividamento de curto prazo) garante condições de aproveitá-la.

Você teria informações atualizadas e de fácil acesso para decidir de “bate-pronto” assuntos como esses?

Com o BI financeiro, certamente teria.

Os dados gerenciais são dispostos em um dashboard de maneira tão clara e visualmente agradável que só de olhar é possível ter um panorama completo das finanças do negócio. 

Nos tópicos a seguir, confira quais os benefícios, principais indicadores e como implementar o BI financeiro em sua startup – sem gastar com estrutura de TI.

Siga a leitura.

O que é BI financeiro?

BI financeiro é o uso das ferramentas de business intelligence na transformação de dados financeiros brutos em informações gerenciais e insights de alto valor.

Tem como objetivo fornecer uma visão abrangente e detalhada das operações financeiras da empresa, permitindo uma compreensão clara e profunda do seu desempenho.

Cabe mencionar que o BI pode ser aplicado aos mais diversos aspectos de um negócio, como marketing, vendas, operações, etc.

No setor financeiro, funciona como uma lente de aumento que permite ao CFO enxergar além dos números e das transações individuais.

Para isso, combina dados de diversas fontes, como sistemas de contabilidade, folha de pagamento, vendas e gestão de estoque, e os transforma em relatórios, gráficos e dashboards.

Com base nessas informações, você consegue identificar tendências, padrões e oportunidades de melhoria, além de tomar decisões estratégicas fundamentadas.

Quais os benefícios do BI financeiro?

O BI financeiro oferece uma série de benefícios para empresas e organizações, especialmente startups que enfrentam desafios específicos nas fases de crescimento

Veja os principais.

Visão clara e abrangente das finanças

Diferentemente da gestão financeira com planilhas, as ferramentas de business intelligence reúnem em um único painel as informações mais estratégicas e relevantes.

Isso ajuda muito na tomada de decisões.

Por meio do BI financeiro, é possível consolidar dados de diversas fontes, proporcionando uma visão holística das receitas, despesas, lucros e fluxo de caixa.

Tomada de decisão baseada em dados

Esse é o aspecto mais relevante das soluções de BI, inclusive no setor financeiro.

Embasado em dados sólidos, confiáveis e atualizados, o gestor não corre o risco de tomar uma decisão ruim com base em achismos.

Com a ajuda de gráficos e insights, pode decidir com assertividade sobre investimentos, despesas, precificação de produtos, estratégias de mercado, etc.

Oportunidades de crescimento

Startups muitas vezes operam em ambientes altamente competitivos e em constante mudança. 

O BI financeiro pode ajudar a identificar oportunidades de crescimento, como segmentos de mercado promissores, produtos ou serviços mais rentáveis e eficiência operacional.

Monitoramento de métricas e indicadores

Outra função essencial do BI financeiro é o monitoramento de métricas e KPIs, como crescimento de receita, taxa de conversão, custo de aquisição de clientes (CAC), entre outros. 

Os indicadores são como bússola que guiam a empresa. 

Qualquer desvio de rota pode ser ajustado em tempo hábil se o gestor tiver a informação certa na hora certa.

Indicadores de BI financeiro

Os indicadores-chave de desempenho representam uma das configurações mais importantes de um projeto de BI financeiro.

Há diversos deles, como:

  • Fluxo de caixa: monitora as entradas e saídas de dinheiro
  • Índices de liquidez: mede o casamento entre ativos e passivos de curto prazo
  • Margem de rentabilidade e lucratividade: pode ser configurada por produto, linhas de negócios ou região
  • Cash burn: taxa de queima de caixa de uma startup, principalmente antes do ponto de equilíbrio
  • Runway: tempo em que a startup consegue manter as operações com os recursos disponíveis
  • MRR: Receita Mensal Recorrente 
  • Break-even: momento em que receitas e despesas se igualam
  • CAC Payback: mede o tempo de retorno do investimento feito na captação de clientes.

Caso queira, você pode adicionar indicadores relacionados a outros departamentos, como custo de desenvolvimento por produto.

Ao acompanhar de perto esses indicadores-chave por meio do BI financeiro, terá as informações necessárias para otimizar as operações e aumentar as chances de sucesso.

Como aplicar o BI no setor financeiro?

A aplicação bem-sucedida do BI no setor financeiro começa com a definição de um projeto que inclui os principais objetivos e metas. 

Pode ser que você queira melhorar a visibilidade dos dados financeiros, otimizar processos, identificar oportunidades ou se preparar para uma reunião de investidores.

Com o escopo definido, os passos seguintes são:

1. Identificação das fontes de dados 

O primeiro passo para implementar o BI financeiro em sua startup é determinar quais fontes de dados são relevantes

Dependendo da ferramenta de BI escolhida, é possível incluir dados de sistemas de contabilidade, planilhas e até de fontes externas.

2. Escolha da tecnologia adequada

Selecionar a plataforma de BI adequada a seus objetivos é muito importante para o sucesso do projeto.

Existem diversas opções disponíveis, de soluções personalizadas a plataformas de BI pré-configuradas.

Avalie as necessidades da sua empresa em termos de funcionalidade, escalabilidade, facilidade de uso e custo-benefício.

3. Desenvolvimento de modelos e métricas 

O terceiro passo é o desenvolvimento de modelos e métricas financeiras personalizadas que sejam relevantes para os objetivos da startup. 

Lembre-se de incluir os principais KPIs financeiros, modelos de previsão de fluxo de caixa, análises de rentabilidade de produtos, entre outros.

4. Criação de dashboard e relatórios personalizados

Utilize os recursos da ferramenta para criar painéis e relatórios personalizados que fornecem insights sobre a saúde financeira da startup. 

Os dashboards devem ser intuitivos e fáceis de usar, permitindo que os usuários visualizem e interajam com os dados sem dificuldade.

No ep.17 do nosso podcast Por Dentro do Foguete falamos mais sobre o assunto, dê o play e ouça agora mesmo.

Terceirize seus projetos de BI com especialistas

Se você precisa de uma estrutura de BI, mas não quer ou não pode investir em estrutura de TI e criar as próprias soluções, temos uma ótima notícia.

A Comece, principal player contábil do Brasil especializado em inteligência de dados para startups e scale-ups, oferece projetos sob medida para o seu negócio!

Além do BI financeiro, usamos a análise de dados aplicada a diversos outros setores, como vendas, marketing, contabilidade e muito mais.

Clique aqui e saiba mais!

Deixe uma resposta