Contabilidade para startups: 8 razões para contratar desde o início

A contabilidade para startups deve ser tão ágil e inovadora quanto esse tipo de empresa — e não só mais um serviço burocrático e obrigatório por lei. 

 

É fato que todo negócio precisa de um contador, mas as startups e scale-ups precisam de um serviço contábil sob medida, que acompanhe o ritmo acelerado, entenda o ambiente de incertezas e fale a língua dos empreendedores criativos. 

 

Afinal, é totalmente diferente lidar com uma empresa que se baseia em inovação, funciona com estrutura enxuta e pode triplicar de tamanho da noite para o dia com um bom aporte e uma solução bem-sucedida. 

 

Se você ainda tem dúvidas sobre a importância da contabilidade para startups, este artigo vai mostrar o valor de um contador parceiro e por que você deve contratar um serviço especializado em empresas de inovação. 

 

Leia até o fim e surpreenda-se com o impacto da contabilidade no seu negócio. 

 

Como funciona a contabilidade para startups? 

A contabilidade para startups é semelhante à dos negócios tradicionais: um sistema de informação que garante a regularidade da empresa e fornece dados econômicos e financeiros para a tomada de decisão. 

A diferença é que a gestão contábil para startups deve ser adaptada ao contexto de inovação, profundas incertezas e crescimento rápido desses negócios.

Ou seja: todas as demandas fiscais, trabalhistas e financeiras da contabilidade precisam ser gerenciadas no ritmo de uma startup, resolvendo as questões burocráticas com a mesma agilidade que define esse tipo de empresa. 

Afinal, é importante lembrar que as startups e scale-ups são pessoas jurídicas como todas as outras organizações, que são obrigadas a manter sua escrituração, pagar impostos, enviar obrigações fiscais, cumprir leis trabalhistas, etc. 

No entanto, ainda é comum que empreendedores tenham o desejo assumir a contabilidade da startup por conta própria ou simplesmente comecem o negócio na completa informalidade. 

Em ambos os casos, a empresa corre mais risco de virar estatística: nove em cada dez startups acabam em falência no Brasil, segundo uma pesquisa da PwC publicada na Folha de S. Paulo em 2019. 

Felizmente, já existem empresas contábeis especializadas que conseguem atender às necessidades das startups e falar a mesma língua dos empreendedores, aumentando suas chances de sucesso. 

Por que a contabilidade para startups é tão importante?

A contabilidade para startups é mais uma frente de gestão e controle que ajuda a empresa a crescer de forma sustentável. 

 

Aliás, é uma das mais importantes, pois funciona como um raio X do patrimônio da startup e seus principais indicadores econômicos e financeiros. 

 

Para cuidar das contas de uma empresa inovadora e disruptiva, é preciso considerar as projeções de crescimento, planos de escalar o negócio e potenciais aportes de investidores, por exemplo — tudo isso com um caixa inicial reduzido e estrutura enxuta. 

 

Além disso, o contador precisa lidar com a imprevisibilidade, otimizar impostos e buscar formas mais vantajosas de enquadrar a empresa conforme ela cresce. 

 

Do ponto de vista dos investidores, uma startup organizada, regular e em dia com sua contabilidade é muito mais atrativa. 

 

Com os demonstrativos contábeis, a empresa consegue comunicar sua situação financeira e patrimonial de forma transparente, além de fazer projeções embasadas e transmitir mais segurança aos investidores. 

 

Por isso, a missão da contabilidade para startups é gerar informações valiosas para direcionar o crescimento do negócio e encontrar soluções criativas para a parte burocrática. 

 

Muito além de resolver a papelada, seu papel é agir como parceira estratégica do negócio e abrir caminho para o sucesso. 

 

Lei das Startups: o que muda na contabilidade?

 

A Lei Complementar nº 167, de 24 de abril de 2019, ficou conhecida como “A Lei das Startups” e trouxe mudanças importantes para essa categoria de negócios no Brasil. 

 

Sua maior contribuição foi a criação de um regime tributário exclusivo para startups: o Inova Simples. 

 

Confira as principais mudanças na contabilidade para startups.

 

Inova Simples em Substituição ao Simples Nacional

 

A Lei das Startups permite tratamento diferenciado às empresas com “iniciativas empresariais de caráter incremental ou disruptivo que se autodeclarem como startups ou empresas de inovação”, segundo o texto.

 

A Lei traz um rito de abertura e fechamento mais rápido, registro de marcas e patentes mais ágil e menor percentual tributário.

 

Esta nova opção impede as empresas caracterizadas como startups de serem constituídas diretamente no Simples Nacional, colocando elas no mesmo patamar que o MEI, faturamento anual de R$ 81.000,00. Esta opção permite um MVP de produtos e serviços com alíquotas tributárias mais baixas e obrigações acessórias simplificadas.

 

No caso, são consideradas startups “empresas de caráter inovador que visam aperfeiçoar sistemas, métodos ou modelos de negócio, de produção, de serviços ou de produtos, os quais, quando já existentes, caracterizam startups de natureza incremental, ou, quando relacionados à criação de algo totalmente novo, caracterizam startups de natureza disruptiva”. 

 

Simplificação da abertura de startups

 

Sob o Inova Simples, ficou muito mais fácil abrir uma startup no Brasil: todo o processo pode ser realizado online, por meio do Portal Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios). 

 

Entre os dados necessários para a formalização de uma startup, estão:

 

-Dados de identificação dos sócios

-Razão social compatível com o Inova

-Escopo do projeto

-Declaração que não gerará poluição sonora, visual, urbana ou ambiental

-Definição da sede de funcionamento (pode ser coworking, incubadora ou aceleradora)

-Declaração de fonte pública ou privada de apoio (caso tenha).

 

Facilidade para obter CNPJ e registro de marca

 

Outra mudança importante na contabilidade para startups trazida pela lei é a facilidade em obter um CNPJ e fazer o registro de marca. 

 

O cadastro da pessoa jurídica é emitido automaticamente após o processo de cadastro, e o portal Redesim já é integrado ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), facilitando o registro de marcas e patentes. 

 

Simplificação das obrigações tributárias 

 

Como todos esperavam, a Lei das Startups mantém benefícios importantes do Simples como alíquotas de impostos reduzidas e simplificação do pagamento de tributos, entrega de declarações e acesso às linhas de crédito específicas. 

 

Além disso, há uma condição especial para comercialização experimental: as startups poderão comercializar produtos e serviços em caráter experimental até o limite de faturamento atual do MEI (R$ 81 mil anuais em 2020).

 

Se ultrapassar esse limite de faturamento, a startup poderá migrar para uma das naturezas jurídicas coerentes com seu negócio (microempresa, EIRELI ou sociedade unipessoal, por exemplo) e para um modelo de tributação compatível.

 

Fechamento facilitado

 

Além da abertura, o encerramento das startups também é facilitado pela lei. Na pior das hipóteses, se o negócio não for bem-sucedido, a baixa do CNPJ será automática, bastando uma autodeclaração no portal Redesim.

 

8 razões para contratar uma contabilidade para startups

 

As mudanças favoráveis na legislação tornam a contabilidade para startups ainda mais importante — e temos boas razões para afirmar isso. 

 

Veja alguns motivos convincentes para contratar um contador. 

 

1. Facilita a abertura da empresa

 

Como vimos, o processo de abertura das startups está ainda mais simples, mas o apoio da contabilidade profissional é essencial para preencher corretamente os dados, conferir a documentação e iniciar o negócio com tudo nos eixos. 

 

Assim, você já começa com um CNPJ, emitindo notas fiscais e tendo uma conta bancária exclusiva da empresa, além de ter certeza de que a startup está enquadrada na natureza jurídica mais vantajosa. 

 

2. Reduz os impostos 

 

Um dos papéis da contabilidade para startups é fazer o planejamento tributário, que consiste em gerenciar o pagamento de impostos da empresa e encontrar maneiras de reduzir a carga tributária. 

 

Para uma startup, é ainda mais importante aliviar o peso dos impostos, principalmente no início, quando o caixa é modesto e os planos de crescimento são ambiciosos. 

 

Por isso, os contadores especializados em empresas de inovação já sabem como enquadrar a startup no regime tributário mais vantajoso de acordo com o código da atividade econômica (CNAE) e o momento da empresa.

 

3. Sinaliza incentivos fiscais

 

Além de otimizar os impostos, a contabilidade para startups também fica de olho nos incentivos fiscais que a empresa pode aproveitar.

 

Um exemplo é a Lei nº 11.196/2005, conhecida como “Lei do Bem”, que prevê benefícios fiscais como alíquota zero no IR para registro de marca e redução de 50% do IPI (Imposto sobre Produtos) para empresas que realizam pesquisas e desenvolvimento de inovações tecnológicas. 

 

Além disso, os estados e municípios criam suas próprias políticas de incentivo fiscal aos negócios inovadores, como no caso da cidade de Campinas (SP), que oferece isenção de IPTU e redução de 5% para 2% do ISS (Imposto sobre Serviços) para as startups. 

 

Com um contador parceiro e sempre atualizado sobre a legislação, sua empresa nunca mais vai perder a oportunidade de reduzir impostos e aproveitar benefícios do governo. 

 

4. Oferece uma visão completa do negócio

 

A gestão das startups deve ser baseada em métricas e dados — e não pode ser diferente com a contabilidade.

 

Com relatórios contábeis e financeiros, você terá uma visão completa de indicadores de desempenho (KPIs) essenciais como retorno sobre investimento (ROI), margem bruta e líquida, rentabilidade, relação despesas x receitas, liquidez, nível de endividamento, Lifetime-Value (LTV) e muito mais. 

 

A partir desses dados, será possível tomar decisões mais inteligentes e projetar o crescimento da startup — além de ter informações estratégicas para apresentar aos investidores. 

 

5. Abre caminho para investimentos

 

Captar investimentos é a principal missão das startups, e a contabilidade é fundamental para tornar o negócio mais atrativo para os investidores. 

 

Em 2019, as startups brasileiras captaram nada menos que US$ 2,7 bilhões em capital de risco (venture capital), o que representa um aumento de 80% nos aportes, segundo dados da Distrito publicados na PEGN em 2020.

 

Para atrair esses investidores em busca de negócios disruptivos, sua empresa deve ter uma estrutura contábil profissional e relatórios de performance financeira confiáveis — lembrando que sua regularidade e saúde financeira será avaliada na auditoria de Due Diligence.

 

Em uma reunião com um possível investidor-anjo, por exemplo, a conversa pode começar com a apresentação do DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) e balanço patrimonial, mostrando como a empresa tem evoluído e suas projeções de rentabilidade e lucratividade. 

 

Além disso, a contabilidade para startups orienta o processo de investimento, elabora contratos, analisa riscos e dá todo o suporte para que a empresa receba aportes com agilidade e em conformidade com a lei. 

 

6. Auxilia no processo de valuation

 

Para ter sucesso na captação de investimentos, a startup precisa passar pelo valuation, que consiste no cálculo do valor do negócio com base em seu potencial de retorno e crescimento.

 

A contabilidade para startups é especialista nesse processo e sabe como definir o valor da empresa com base em métodos como fluxo de caixa descontado, tendo como base os demonstrativos contábeis e financeiros do negócio e levando em conta a expectativa de retorno dos investidores.

 

Quanto mais ligado no universo da startups for o seu contador, mais chances você terá de conseguir a tão desejada injeção de capital. 

 

7. Possibilita a escalabilidade

 

Para chegar à fase de scale-up, você terá que multiplicar sua produção e base de clientes sem impactar a estrutura de custos. 

 

Com o apoio da contabilidade para startups, você saberá como controlar os custos e criar um modelo de negócio realmente escalável, que cresça sem aumentar os gastos e se expanda a partir de uma estrutura central.

 

Inclusive, os escritórios especializados em startups já contam com tecnologias e sistemas em nuvem que digitalizam a contabilidade da sua empresa e facilitam ainda mais a padronização e escalabilidade. 

 

8. Apoio em todas as fases do negócio

 

Por fim, é importante ter a contabilidade para startups como uma aliada que apoie a empresa em todos os seus momentos: ideação, operação, tração e scale-up. 

 

O contador especializado saberá quando é preciso reduzir os custos para ganhar fôlego no caixa, quando é o momento certo de investir para crescer e quais mudanças jurídicas e tributárias realizar em cada transição do negócio — do início das operações ao sonhado IPO (Oferta pública inicial). 

 

E claro, ele estará habituado à rapidez e incertezas que marcam o cotidiano das startups, e sempre pronto para tomar decisões ágeis para garantir o futuro do negócio. 

 

Comece com o pé direito: contabilidade sob medida para startups 

 

Agora que você tem motivos suficientes para contratar uma contabilidade para startups, aqui vão algumas razões para escolher a Comece com o Pé Direito:

 

-Nossos contadores têm ampla experiência com startups e scale-ups, e atuam como parceiros e consultores dos empreendedores do ecossistema de inovação

-Cuidamos de todas as burocracias legais e trâmites para a abertura da empresa

-Sabemos quais são as melhores alternativas fiscais para o seu negócio

-Ajudamos a reduzir gastos e apoiar seu core business com tecnologias de gestão financeira e RH

-Oferecemos atendimento personalizado via e-mail, WhatsApp, telefone, Skype e portal

-Contamos com a plataforma de gestão na nuvem Conta Azul para agilizar todos os processos (de notas fiscais a conciliação bancária)

-Geramos relatórios contábeis mensais e simulações para análise econômico-financeira.

 

Esses são apenas alguns exemplos do que podemos fazer pela sua empresa, para que você só se preocupe em fazer o negócio crescer — o resto deixa com a gente. 

 

Entendeu por que a contabilidade para startups é fundamental e por que vale a pena ter a sua desde o início? 

 

Então, dê o próximo passo para acelerar seu negócio: agende um bate-papo com nossos contadores inovadores. 

 

Olha o que os nossos clientes têm a dizer sobre a a gente:

 

https://www.youtube.com/watch?v=09Sb_LLpjY0