Due diligence e compliance: foco na conformidade

due diligence compliance1
Blog > Gestão > Due diligence e compliance: foco na conformidade

Due diligence e compliance parecem termos complicados, mas a ideia é simples: garantir a conformidade da sua startup.

Estamos falando de uma investigação minuciosa que avalia todas as áreas e processos da sua empresa para verificar se as leis, normas e regulamentações internas e externas estão sendo cumpridas. 

Essa auditoria é fundamental para assegurar as boas práticas do programa de compliance, e também é exigida antes de fusões, aquisições, investimentos e outras operações importantes.

Vamos entender melhor o que significa due diligence compliance e por que você deve se preocupar com esse processo na sua empresa.

Siga a leitura e descubra se você está em conformidade.

O que é due diligence compliance?

Due diligence compliance é um processo de diligência prévia focado na conformidade da empresa com as normas e regulamentações vigentes.

Complicou? 

Vamos começar entendendo o que é due dilligence: um processo de investigação de uma oportunidade de negócio.

Basicamente, essa diligência combina auditorias, análises e diagnósticos para verificar se uma empresa está em dia com suas obrigações e se adota as melhores práticas de governança, contabilidade, gestão de riscos, etc.

Geralmente, ela é feita antes de uma operação societária como uma fusão ou aquisição, para checar se está tudo certo com o negócio.

Outra ocasião que exige uma due diligence é o processo de investimento em startups e scale-ups, principalmente quando envolve fundos de venture capital.

Antes de receber os aportes, a empresa precisa comprovar que está em situação 100% regular nas áreas jurídica, financeira, contábil, trabalhista, ambiental, etc. 

Além disso, a análise abrange a atuação dos sócios, práticas anticorrupção, cultura organizacional e vários outros aspectos que representam a empresa.

Entre esses fatores está o compliance, que indica o grau de conformidade do negócio com as leis gerais do país, regulamentos internos e externos, normas de entidades ligadas ao segmento, entre outras coisas. 

Qual a relação entre due diligence e compliance?

Podemos dizer que o compliance é um pilar essencial do due diligence, e vice-versa, pois é impossível investigar uma empresa sem considerar sua conformidade com as leis e normas vigentes.

Da mesma forma, uma empresa só consegue garantir seu compliance se passar por um processo de auditoria e verificação detalhado.

Logo, são dois conceitos inseparáveis quando se trata de oportunidades de negócio, investimentos e operações societárias. 

Em resumo, “due diligence compliance” é um tipo de diligência que foca no atendimento às normas relevantes para o negócio, considerando a interligação entre as práticas.

Importância da due diligence compliance como pilar de compliance

Executar uma due diligence compliance é um passo essencial para entender se a empresa está mesmo em conformidade com as leis e normas internas e externas.

Por isso, esse processo faz parte do programa de compliance das empresas, que precisam monitorar continuamente o atendimento às regras em todas as suas áreas.

Para começar, é preciso mapear todas as leis, normas, atos e regulamentações que podem afetar o negócio.

Além disso, faz parte da política de compliance identificar potenciais riscos à empresa, proteger a reputação da marca, analisar e prevenir fraudes, elaborar um código de conduta sólido, criar instrumentos normativos internos, entre outras atividades.

Dentro desse universo, a due diligence é uma ferramenta estratégica para investigar mais a fundo os processos da empresa e manter todos os critérios de compliance no radar.

Melhores práticas de due diligence e compliance

Agora que você entendeu o conceito de due diligence compliance, vamos conhecer as melhores práticas para adotar na sua empresa.

Veja como garantir sua conformidade.

Ter um código de conduta como referência

O código de conduta é o coração de todo programa de compliance, pois resume as normas que devem ser atendidas e determina direitos e obrigações de todos os membros da empresa.

A partir dele, é possível determinar os objetivos do due diligence e analisar os processos mais importantes para a conformidade da empresa.

Ter os documentos digitalizados

O processo de due diligence compliance envolve a análise de uma extensa documentação, incluindo demonstrativos contábeis, relatórios gerenciais, atas de reuniões, planilhas…

Por isso, é fundamental ter os documentos digitalizados e organizados no sistema da empresa, de modo que fique mais fácil analisar as informações sem precisar lidar com papelada.

Quanto mais ágil for a diligência, mais eficaz será o programa de compliance do negócio.

Utilizar canais de denúncia

Os canais de denúncia são essenciais para identificar qualquer desvio de conduta e fraude dentro da empresa.

Além de disponibilizar um canal seguro, é preciso incentivar os colaboradores a relatar qualquer irregularidade à direção ou comissão responsável pelo compliance.

Fazer avaliação e prevenção de riscos

Os riscos de compliance são constantes, pois a legislação está sempre mudando e a empresa está exposta a uma série de incertezas.

Alguns riscos comuns são relacionados à segurança do trabalho, envolvimento com atos ilícitos como corrupção e lavagem de dinheiro, setor de qualidade e questões trabalhistas e previdenciárias em geral.

Por isso, é essencial incluir processos de avaliação, diagnóstico e prevenção de riscos na due diligence. 

Alguns negócios precisam ficar ainda mais atentos a essa questão, como aqueles que lidam com contratos públicos, licitações, exportações e importações, etc. 

Ter a contabilidade e as finanças sempre em dia

Por fim, boa parte do due diligence compliance passa pelas práticas de contabilidade e gestão financeira da empresa.

Logo, você precisa garantir a conformidade nessas áreas e cumprir todas as obrigações com os órgãos públicos, além de ter uma gestão transparente e alinhada às diretrizes anticorrupção. 

Na Comece com o Pé Direito, nós temos soluções completas de contabilidade para startups, BPO Financeiro e Business Intelligence (BI) que vão garantir o cenário ideal para uma due diligence compliance na sua empresa.

Para realizar uma Due Diligence, nada melhor do que contar com quem entende do assunto. Veja aqui o Case da Captable, plataforma de investimentos da Startse, que conta com a parceria da Comece para fazer a avaliação das startups em sua plataforma:

Entendeu a relação entre due dilligence e compliance?Aproveite e veja como a nossa contabilidade consultiva pode fazer a diferença na sua startup e como a Comece com o Pé Direito participa do processo de Due Diligence para tornar as startups cada vez mais escaláveis. 

Leave a Reply