Por que os métodos ágeis são o novo padrão e 5 dicas para adotá-los

Os métodos ágeis já foram vistos como uma invenção ousada das startups de tecnologia, e hoje são populares até nos setores mais tradicionais. 

 

A explicação para o sucesso está na produtividade, engajamento e inovação que essas práticas proporcionam, além da entrega de valor superior ao cliente e custos reduzidos — mesmo nos cenários mais complexos.  

Por isso, a agilidade é o novo padrão do mercado e é cada vez mais valorizada na gestão de projetos e desenvolvimento de produtos. 

 

Se você quer acompanhar essa tendência, precisa entender como os métodos ágeis se tornaram tão populares e como adotá-los no seu negócio. 

 

Siga a leitura e anote as dicas. 

A popularização dos métodos ágeis 

Os métodos ágeis surgiram na indústria da tecnologia e revolucionaram a forma de gerenciar projetos e desenvolver produtos, chegando a todos os setores da economia. Desde 2001, quando um grupo de desenvolvedores se cansou dos processos tradicionais e criou o Manifesto Ágil, as práticas que trazem mais velocidade, colaboração, foco no cliente e resposta imediata às mudanças ganharam atenção no mundo dos negócios.

 

Hoje, agilidade é a palavra de ordem das empresas que querem acelerar sua transformação digital e investir em inovação, seguindo o exemplo das startups e scale-ups. Na prática, adotar os métodos ágeis significa deixar para trás o modelo de desenvolvimento em cascata (waterfall) tradicional, que coloca uma meta final para cada projeto e divide o trabalho em etapas fixas de análise, produção e testes.

 

Em vez disso, a equipe passa a conduzir o projeto em ciclos de entrega curtos e rápidos, chamados de iterações, que permitem ajustar o produto de acordo com o feedback do cliente e com participação ativa de todos. 

Assim, a empresa ganha mais produtividade, consegue se adaptar rapidamente a qualquer cenário e reduz custos — daí a popularidade inegável dos métodos ágeis. 

O status dos métodos ágeis no Brasil e no mundo

A adoção dos métodos ágeis aumenta na mesma velocidade da transformação digital, em um cenário que exige cada vez mais adaptabilidade. De acordo com a 13ª edição da pesquisa anual State of Agile Report, publicada pela State of Agile, 97% das empresas de tecnologia globais já utilizam métodos ágeis na gestão de projetos e desenvolvimento de produtos. 

 

Os respondentes também apontaram as principais razões para escolher essas metodologias:

 

- Entrega acelerada de resultados

- Possibilidade de administrar prioridades

- Aumento da produtividade 

- Melhora no alinhamento entre TI e negócios

- Melhora na qualidade do produto ou serviço

- Redução de custos do projeto

- Aumento da motivação da equipe.

 

O estudo ainda mostra que o método ágil mais utilizado no mundo é o Scrum, praticado por 72% dos respondentes. No Brasil, a expectativa é de que os métodos ágeis cresçam 35,7% ao ano, de acordo com uma pesquisa da CA Technologies publicada em 2019 na TI Inside.

5 dicas para adotar métodos ágeis na sua empresa

Veja por onde começar para obter os melhores resultados com os métodos ágeis na sua empresa:

 

1. Veja se os métodos ágeis servem para você

 

Antes de adotar os métodos ágeis, é importante avaliar se eles atendem suas necessidades e são compatíveis com o seu negócio, cultura e fluxo de trabalho. Para começar, essa metodologia é indicada para empresas que priorizam a inovação e precisam lidar com um ambiente complexo, no qual as preferências dos clientes estão sempre mudando e as soluções precisam ser adaptadas no mesmo ritmo.

 

Logo, a estrutura e cultura devem ser mais flexíveis e dinâmicas, com espaço para equipes multidisciplinares e mudanças constantes. Se o seu produto ou serviço é mais tradicional, o organograma é rígido e inovar não é o mais importante, talvez não seja a metodologia mais adequada — a não ser que você tenha um plano de reestruturação ousado. 

 

2. Comece pelos princípios ágeis

 

Os princípios ágeis são as bases para a mudança cultural dentro da empresa, e essenciais para que os métodos funcionem. 

 

São eles:

 

- Pessoas acima de procedimentos e ferramentas

- Protótipos funcionais em vez de documentação excessiva

- Respostas rápidas às mudanças em vez de obediência a um plano

- Colaboração com o cliente em vez de contratos rígidos.

 

Esses pilares já mudam completamente a forma de lidar com os projetos, desburocratizando processos e focando na geração de valor em vez de seguir protocolos prontos. 

 

3. Escolha o método ágil ideal

 

Os métodos ágeis mais populares atualmente são o Scrum, Kanban, Lean e XP (Extreme Programming), além dos híbridos que combinam diferentes metodologias como o “Scrumban” e a abordagem DevOps. O mais simples e conhecido é o Kanban — aquele que utiliza quadros, cartões e outros elementos visuais para indicar e acompanhar o fluxo de trabalho, como nos famosos quadros com post-its e na plataforma Trello. 

 

Mas o Scrum é o que representa melhor a abordagem interativa e adaptativa, com sua divisão de projetos em sprints (ciclos rápidos de entregas). Cabe a você conhecer melhor cada método e escolher o que atende às demandas do seu negócio. 

 

4. Invista em treinamento e engajamento

 

Os métodos ágeis dependem de um treinamento de qualidade e altos níveis de motivação da equipe para funcionar na sua empresa. Por isso, é preciso que o time esteja engajado para trabalhar com essa nova abordagem e receba orientações de um profissional experiente.

 

Hoje, você conta com várias opções de cursos e treinamentos focados em metodologia ágil, além de coaches e consultores especializados no mercado. 

 

5. Use as tecnologias certas

 

Métodos ágeis e tecnologia são inseparáveis, e você precisa das ferramentas certas para gerenciar os projetos em tempo real e manter o time sempre conectado.

 

As plataformas em nuvem para gestão de projetos colaborativa são as mais usadas, assim como ferramentas de comunicação online e softwares próprios para aplicação de métodos ágeis.

 

Comece sua jornada ágil com o pé direito

 

Se você pretende implementar métodos ágeis no seu negócio, que tal agilizar também sua gestão financeira e contábil? A Comece Com o Pé Direito pode ajudar com uma consultoria contábil, fiscal, financeira e trabalhista especializada em empresas de tecnologia e inovação. 

 

Nossa missão é cuidar das finanças, contas e obrigações legais de um jeito revolucionário, combinando atendimento online humanizado com tecnologias incríveis — tudo dentro do universo das startups e scale-ups. 

 

E aí, gostou de conhecer melhor os métodos ágeis? 

 

Ainda não tem um profissional assim para te auxiliar? Então fale com a gente. Clique aqui e entraremos em contato com você!