MVP startup: guia para lançar um Minimum Viable Product

mvp startup1
Blog > Novidades > MVP startup: guia para lançar um Minimum Viable Product

“MVP startup” é a senha para destravar seu produto ou serviço e testar a viabilidade dele no mercado.

Estamos falando do Produto Mínimo Viável, que funciona como uma versão inicial para apresentar sua solução ao público-alvo.

Com ele, você consegue colocar seu produto à prova e fazer todos os ajustes necessários para lançar uma versão final de sucesso.

Quer ver como fazer um MVP em startup e começar do jeito certo?

É só continuar lendo e seguir nossas dicas para criar o seu. 

MVP startup: o que é?

MVP startup é um termo que se refere ao Produto Mínimo Viável, do inglês Minimum Viable Product.

Basicamente, é uma versão inicial de um produto feita para testar sua viabilidade no mercado.

O termo foi criado pelo empreendedor do Vale do Silício Eric Ries, criador do movimento “Lean Startup” ou “Startup Enxuta”.

No livro A startup enxuta (Leya, 2012), ele propõe o MVP para esse tipo de negócio como uma forma de experimentação inicial de seus produtos e serviços. 

Considerando que as startups existem para transformar ideias em produtos inovadores e viáveis economicamente, esse seria um atalho para inserir uma solução no mercado e, ao mesmo tempo, receber o feedback dos clientes.

Para você ter uma ideia, big techs como Facebook e Apple começaram com produtos mínimos viáveis, testando suas soluções com um grupo específico de usuários em potencial antes de ganhar o mercado.

Assim, o MVP se tornou uma estratégia básica para lançar produtos e serviços no ecossistema criativo.

Como funciona um Minimum Viable Product (MVP)

A função do MVP nas startups é apresentar as principais funcionalidades, características e benefícios de um produto ou serviço a um público em potencial. 

A ideia é que ele traga apenas os requisitos mínimos para representar a solução, sem revelar sua complexidade ou ir muito longe na entrega de valor.

O formato ideal do MVP depende muito do tipo de solução e dos objetivos da empresa.

Ele pode ser um protótipo de um produto, uma versão beta de um app ou simplesmente um vídeo apresentando os recursos do produto/serviço, por exemplo.

O importante é que cumpra a missão de mostrar o que a empresa quer oferecer aos clientes, para que o próprio consumidor dê sua opinião sobre a ideia. 

Assim, o público testa essa versão inicial, e a startup usa esse feedback para melhorar cada vez mais o produto/serviço, até chegar à versão final que será comercializada oficialmente.

Geralmente, as startups escolhem um grupo seleto a partir do seu público-alvo para experimentar o MVP, como uma amostragem dos clientes em potencial. 

Importância do MVP em startups

O MVP é fundamental para testar a aceitação de um produto ou serviço antes que a startup aposte tudo nele.

Já imaginou investir tempo, dinheiro e esforço em uma empresa e descobrir que o produto não tem relevância no mercado depois do lançamento?

Isso acontece com mais frequência do que você imagina nos negócios tradicionais.

O empreendedor passa meses pesquisando, faz um plano de negócio enorme, investe tudo na produção da solução e, de repente, descobre que não entendeu as necessidades do público-alvo.

Para contornar esse risco, as startups utilizam recursos mínimos para criar um MVP e só começam a investir de fato no produto ou serviço depois desse teste inicial.

Assim, você não corre o risco de perder tempo e dinheiro com uma ideia que simplesmente não é viável no mercado.

Além disso, ainda tem tempo para fazer ajustes ou pivotar, caso o resultado não saia como o esperado nos testes.

Com o MVP, a startup consegue lapidar seu produto aos poucos e lançar a melhor versão possível quando chega o momento certo, aumentando suas chances de sucesso no mercado. 

Dicas para lançar MVP em startup

Agora que você entende a importância do MVP em startups, precisa começar a planejar seu Produto Mínimo Viável.

Confira algumas dicas para acertar no processo.

Escolha o formato certo

A primeira decisão que você deve tomar sobre seu MVP para startup é sobre o formato ideal.

Algumas empresas preferem lançar um produto mais próximo da versão final imaginada, enquanto outras economizam ao máximo e mostram apenas a ideia do produto. 

Essa escolha depende basicamente da sua estratégia e do seu orçamento. 

Por exemplo, se você tem um software praticamente pronto, pode lançar uma versão trial com somente algumas funções liberadas, mas todas as funções visíveis para despertar a atenção do usuário.

Agora, se tem um app nos estágios iniciais de desenvolvimento, pode valer mais a pena criar um vídeo explicativo do sistema com um apelo publicitário.

Selecione bem o público

O público que vai testar seu MVP precisa ser a representação mais fiel possível do seu cliente ideal.

Por isso, trace primeiro o seu Perfil de Cliente Ideal (ICP, do inglês Ideal Customer Profile) e procure um grupo alinhado às características que você identificou.

É melhor que seja um grupo restrito e, se possível, de formadores de opinião. 

Foque nos atributos principais 

Um erro comum na criação de MVP em startups é o excesso de funcionalidades na versão inicial.

Para não perder tempo e dinheiro, você precisa focar somente nos atributos essenciais do produto ou serviço.

Lembre-se também de que a ideia é criar expectativa e lançar um produto final muito melhor do que a versão que você apresentou.

Controle os custos do MVP

Por fim, é muito importante contabilizar os custos que você terá com seu MVP.

O objetivo é usar o mínimo de recursos possível para que valha a pena fazer os testes iniciais e o investimento maior fique para a versão final. 

Assim, você poupa seu caixa e mantém a saúde financeira da sua startup nas primeiras fases de crescimento.

Se não está fácil controlar as finanças, a Comece Com o Pé Direito pode ajudar com serviços de contabilidade online e terceirização financeira pensados especialmente para startups e scale-ups.

Nós ajudamos você a controlar os custos, organizar o faturamento, otimizar impostos e gerenciar seu fluxo de caixa em todos os momentos da sua empresa.

Ficou claro o que é MVP nas startups e para que serve?

Confira também nosso artigo completo sobre a importância do MVP na hora de testar suas ideias.

Leave a Reply