5 séries de empreendedorismo para maratonar no fim de semana

séries de empreendedorismo0
Blog > Empreendedorismo > 5 séries de empreendedorismo para maratonar no fim de semana

Não faltam séries de empreendedorismo para maratonar e aprender lições valiosas sobre negociação, estratégia e liderança.

Você só precisa escolher as que mais interessam de acordo com seus objetivos, preparar a pipoca e ter essa experiência de aprendizagem e inspiração.

Afinal, nada melhor do que entrar no universo do empreendedorismo e se sentir no lugar dos protagonistas, enfrentando desafios para comandar um negócio ou vencer em um mercado altamente competitivo.

Quer dicas de séries de empreendedorismo para maratonar no fim de semana?

Então, siga a leitura e prepare-se para muitas horas de imersão. 

Quais são as séries de empreendedorismo para maratonar  

As séries de empreendedorismo para maratonar são aquelas aclamadas pela crítica e que trazem lições valiosas de negociação, estratégia e liderança.

Você pode e deve fazer cursos e ler livros antes de abrir uma startup do zero, mas as séries também são excelentes formas de aprendizagem para entrar no clima do empreendedorismo e entendê-lo na prática.

Com seu formato dinâmico e capítulos envolventes, esses produtos culturais prendem nossa atenção e nos fazem imergir no mundo dos negócios.

Assim, assistir a uma boa série de empreendedorismo pode ser inspirador para começar um negócio do zero, manter a determinação e superar desafios ao longo do caminho. 

Em uma maratona, você pode aprender tanto quanto em um livro especializado, mas com a vantagem do entretenimento e da identificação com os empreendedores retratados.

Mas, para isso, é preciso escolher bem quais séries assistir de acordo com as suas prioridades no mundo dos negócios. 

Por que as séries são ótimas formas de aprendizado

A cultura de “maratonar” séries é relativamente nova, e a neurociência tenta explicar porque estamos tão viciados nesse formato audiovisual. 

Segundo o artigo “Consumo de séries do ponto de vista da neurociência”, publicado em 2020 pela Globo Gente, nosso cérebro passa por um fenômeno chamado “acoplamento neural” quando assistimos às séries. 

Isso significa que nossos neurônios espelhos (células que fazem repetir o comportamento alheio) são ativados, fazendo com que nossa mente deixe de interpretar a narrativa como um espectador e passe a agir como alguém que está vivendo de fato os acontecimentos.

Ou seja: nós realmente entramos na história e vivenciamos todas as emoções dos personagens, criando uma identificação muito próxima.

Quando desenvolvemos empatia pelo protagonista, nosso cérebro produz oxitocina, e quando começam as reviravoltas e situações de risco, a produção de cortisol dispara — o que explica a sensação de apreensão e envolvimento.

Por isso as séries de empreendedorismo podem realmente nos colocar no lugar de grandes estrategistas e empreendedores, trazendo uma aprendizagem importante com um nível de engajamento incomparável. 

5 séries de empreendedorismo para maratonar

Agora que você está convencido sobre a importância das séries de empreendedorismo para maratonar, só falta escolher quais assistir.

Veja algumas sugestões para começar a maratona.

Silicon Valley (2014-2020)

Silicon Valley é uma sitcom dos Estados Unidos que se passa no Vale do Silício, Califórnia — o polo global de inovação e tecnologia famoso por lançar as startups mais bem-sucedidas. 

Transmitida pela HBO, a série conta a história de seis desenvolvedores: Richard (Thomas Middleditch), Big Head  (Josh Brener), Gilfoyle (Martin Starr)  e Dinesh (Kumail Nanjiani).

Eles moram na casa do magnata da tecnologia Erlich, e, em troca, cedem 10% dos lucros de seus projetos.

Ao longo da série, tentam construir uma carreira de sucesso e acabam criando um novo algoritmo para impressionar um bilionário excêntrico — que se torna objeto de disputa entre capitalistas.

O próprio Bill Gates afirmou que Silicon Valley retrata de forma realista a comunidade de tecnologia do Vale do Silício, segundo informações publicadas em 2018 na Tecmundo.

O ex-CEO da Microsoft recomenda que os aspirantes a empreendedores criativos assistam à série para entender como funciona esse ambiente e questões como a “generosidade empreendedora e “natureza arbitrária do sucesso e do fracasso”. 

Start-Up (2020)

Start-Up é uma série sul-coreana que estreou em 2020 na Netflix com o título “Apostando Alto” e se passa no fictício Vale do Silício da Coreia do Sul, chamado Sandbox.

A história gira em torno da protagonista Seo Dal-mi (Bae Suzy), uma empreendedora que tem a ambição de se tornar o “Steve Jobs” da Coreia.

Na trama, ela se reencontra com seu amor de infância, Nam Do-San (Nam Joo-Hyuk), e os dois se unem para lançar uma startup.

Por ser uma comédia romântica, é uma série cheia de triângulos amorosos e dramas familiares, mas retrata muito bem a competitividade no mundo da alta tecnologia coreana e a lógica do ecossistema de inovação.

Ao longo dos episódios, são abordados temas como investimentos, MVP, hackathons, elevator pitch e várias outras questões-chave do universo das startups.

Girlboss (2017)

Girlboss é uma série original Netflix produzida nos EUA que conta a história de Sophia Amoruso (Britt Robertson), um dos nomes mais respeitados da indústria da moda americana.

Na comédia, ela perde o emprego e recebe um aviso de que está para ser despejada, até que um achado em um brechó muda completamente sua trajetória. 

Inspirada pelas peças que encontra, ela decide abrir um negócio online do zero, iniciando uma jornada solitária pelo empreendedorismo digital. 

Para as empreendedoras iniciantes, é uma boa referência de como dar os primeiros passos e enfrentar os muitos obstáculos que aparecem no caminho. 

Mad Men (2007-2015)

Mad Men, se passa em uma agência de publicidade da década de 1960 e se tornou um dos grandes clássicos do empreendedorismo e negócios.

O protagonista Don Draper (John Hamm) é um diretor de criação que enfrenta dificuldades para permanecer no topo e enfrentar a grande pressão das agências de publicidade na Madison Avenue. 

A rotina de Don, suas relações pessoais e profissionais ensinam muito sobre negociação, marketing e persuasão, além de retratarem as mudanças sociais e morais dos Estados Unidos na época.

Uma das principais lições de Mad Men é a importância de conhecer a fundo o público-alvo para desenvolver campanhas certeiras.

Apesar de estar baseada no mercado dos anos 1960, a série, transmitida na Amazon Prime, mostra de forma atemporal como funcionam as mentes criativas e como é possível promover uma marca com sucesso.

Suits (2011-2019)

O drama norte-americano Suits, disponível no Netflix, é uma das séries de advogados mais bem-sucedidas da década de 2010. 

O enredo gira em torno de casos jurídicos resolvidos com perspicácia e uma boa dose de humor sarcástico no escritório de advocacia Pearson Hardman.

Tudo começa quando o garoto-prodígio Mike Ross (Patrick J. Adams) consegue se tornar um associado mesmo sem diploma e tendo sido expulso de um colégio, passando por um teste com Harvey Specter (Gabriel Macht), um dos melhores advogados de Manhattan.

Apesar do passado de envolvimento com tráfico de drogas e da falta de licença para advogar, Mike se torna o pupilo de Harvey e os dois criam um vínculo surpreendente.

A partir daí, a série é um prato cheio para empreendedores que querem aprender sobre negociação, liderança e estratégia. 

Gostou das dicas de séries de empreendedorismo?

Quando estiver pronto para empreender na vida real, conte com a gente para ajudar na abertura da sua empresa.

Leave a Reply