Financeiro e contábil: entenda a diferença e saiba gerenciar os dois

Financeiro e contábil são dois conceitos muito próximos, mas cumprem funções diferentes na hora de gerenciar o dinheiro da sua empresa. 

 

De um lado, temos a gestão financeira cuidando do fluxo de caixa, fazendo projeções e avaliando indicadores para manter a saúde financeira da empresa.

 

Do outro, temos a contabilidade registrando todas as transações do negócio, garantindo as obrigações perante a lei e fornecendo informações essenciais para a tomada de decisão do financeiro.

 

Quer saber como unir financeiro e contábil pelo crescimento do seu negócio? 

 

Continue lendo e entenda como eles se complementam na gestão. 

 

Financeiro e contábil: qual a diferença?

 

Financeiro e contábil são dois termos usados como sinônimos por muitos empreendedores, mas a verdade é que há diferenças importantes entre eles.

 

Quando você pensa em finanças e contabilidade, logo se lembra do dinheiro da empresa, certo?

 

De fato, os dois conceitos giram em torno do capital do seu negócio e estão interligados, mas com funções e abordagens distintas.

 

Enquanto a contabilidade se concentra nas informações sobre as transações e patrimônio da empresa, o financeiro controla o dinheiro que entra e sai do caixa no dia a dia e faz projeções para prever a situação futura. 

 

De modo geral, a função contábil busca analisar as movimentações passadas e orientar o gestor para tomar decisões, ao passo que a gestão financeira está mais focada no presente e no planejamento para uso dos recursos do negócio. 

 

Além disso, a contabilidade tem o papel de manter a empresa em dia com as obrigações juntos aos órgãos públicos e garantir sua regularidade.

 

Relação entre financeiro e contábil

 

O financeiro e contábil devem andar juntos para garantir a saúde financeira da empresa e o cumprimento de todas as obrigações legais.

 

No caso, a gestão das finanças costuma ser realizada internamente — exceto quando a empresa contrata uma solução de BPO Financeiro para agilizar sua rotina —, enquanto a gestão contábil fica a cargo de um contador autônomo ou escritório. 

 

Assim, o gestor financeiro e o contador responsável compartilham informações sobre os resultados da empresa, posição do caixa, situação patrimonial e contas a pagar e a receber, por exemplo, e cada um cumpre seu papel para promover o crescimento do negócio.

 

Cabe ao financeiro analisar o cenário da empresa como um todo e pensar em estratégias para utilizar os recursos com eficiência, aumentar os lucros, reduzir custos e investir, por exemplo, ao mesmo tempo em que cuida do fluxo de caixa diário. 

 

Na outra ponta, o contador faz a escrituração das informações financeiras do negócio, ou seja, registra cronologicamente todos os fatos econômicos e financeiros da organização e faz os lançamentos nos livros contábeis conforme exigido na lei. 

 

Também é função do contador fazer o planejamento tributário do negócio, cuidar das obrigações fiscais e trabalhistas, enviar as declarações necessárias ao governo, conferir saldos e gerar relatórios e demonstrativos que deixam clara a posição patrimonial da empresa.

 

Logo, ele fornece todas as informações que o gestor financeiro precisa para ter uma visão macro do negócio e tomar decisões certeiras no seu planejamento, incluindo dados sobre dívidas, obrigações, bens e direitos (os chamados ativos e passivos).

 

Então, podemos dizer que a contabilidade faz a ponte entre a empresa e o governo e também apoia o financeiro na análise do negócio e nas projeções, fornecendo um retrato fiel da posição atual da organização. 

 

Por isso dizemos que o contador é um parceiro estratégico essencial das empresas, que deve somar esforços com o gestor financeiro em busca do sucesso.

 

4 dicas para unir financeiro e contábil pelo sucesso da empresa

 

Se você quer unir financeiro e contábil para garantir o sucesso do seu negócio, temos algumas dicas importantes. 

 

Veja como fortalecer essa parceria. 

 

1. Organize seu departamento

 

O trabalho do contador depende de um departamento financeiro organizado, que consiga gerar e compartilhar as informações necessárias com precisão. 

 

Quando falamos da gestão financeira em startups, o desafio é ainda maior, pois o gestor precisa acompanhar o ritmo de crescimento da empresa e dar conta de todas as funções com uma equipe enxuta — muitas vezes, é o próprio empreendedor que assume as finanças.

 

E são muitas obrigações: fazer a projeção do fluxo de caixa, calcular o ponto de equilíbrio financeiro, manter o diagnóstico financeiro em dia, contabilizar cada custo e despesa, etc.

 

Por isso, é fundamental ter processos internos definidos e uma boa estrutura para acompanhar as entradas e saídas da empresa e enviar dados precisos para a contabilidade. 

 

2. Tenha um planejamento financeiro 

 

O planejamento financeiro é o ponto de partida para definir como os recursos da empresa serão utilizados e quais serão suas metas para os próximos meses.

 

É a partir desse instrumento que você poderá definir um orçamento, reduzir custos, fazer investimentos, entre outras ações necessárias para lucrar e prosperar.

 

Além disso, o gestor financeiro deverá validar seus planos com base nas informações fornecidas pela contabilidade.

 

3. Escolha um contador consultivo

 

A escolha do contador ou empresa contábil também é decisiva para um bom trabalho financeiro e contábil.

 

O ideal é que o profissional tenha perfil consultivo, ou seja, atue como parceiro estratégico para apoiar a tomada de decisão do gestor financeiro, e não apenas cumpra as tarefas burocráticas.

 

4. Tenha um sistema de gestão financeira

 

O sistema de gestão financeira também é fundamental para organizar os dados do financeiro e automatizar tarefas no dia a dia.

 

Afinal, é muito mais difícil controlar as transações do negócio com planilhas, sem contar o alto risco de erros e distorções nos cálculos — lembrando que um simples erro de digitação pode comprometer todo o planejamento. 

 

Da mesma forma, é interessante que a empresa contábil contratada trabalhe com a contabilidade online, para agilizar os processos rotineiros e a conexão com a empresa. 

 

Comece com o pé Direito: soluções financeiras e contábeis para startups

 

Agora que você entendeu a diferença entre financeiro e contábil, saiba que pode contar com a Comece com o Pé Direito para cuidar das duas frentes na sua startup.

 

Somos especialistas em empresas inovadoras e prestamos serviços completos de assessoria e consultoria contábil focados no crescimento do seu negócio.

 

Além disso, oferecemos uma solução de BPO Financeiro (Financeiro Descomplicado) para quem prefere terceirizar sua gestão financeira e ganhar tempo. 

 

E o melhor: tudo por meio da tecnologia, com soluções 100% digitais e alinhadas à cultura da sua empresa.

 

E agora, ficou mais claro o que significa financeiro e contábil para o seu negócio?

 

Se você quer combinar os dois conceitos para alcançar o sucesso, fale com a gente