Planejamento financeiro empresarial: saiba como colocar em prática agora mesmo

Você, que é empreendedor, já deve saber de cor a importância de um planejamento para alavancar o seu negócio, não é mesmo? Falamos isso para todos os tipos de gestores, e de qualquer área: estratégia, marketing, operação, entre outras. É por meio do planejamento que você pode ver, de forma crítica, como está funcionando a sua empresa, quais objetivos quer alcançar e de qual forma fará isso. 

 


Um planejamento financeiro dever ser o meio que você usará para apontar os melhores caminhos que irão fazer a sua ideia se tornar rentável, estabelecendo ferramentas de controle que garantirão a saúde do seu caixa e o cumprimento das metas propostas para curto, médio e longo prazo.

 


Se você ainda não está totalmente familiarizado com o assunto, queremos que você saiba que: o planejamento financeiro, quando aplicado de forma efetiva, vai servir para projetar as receitas e despesas da sua empresa, indicando, assim, a situação econômica do seu negócio. Colocando o planejamento em prática, é possível ver, de forma clara, quanto você pretende faturar, gastar e investir, ganhando tempo para planejar a melhor forma de utilizar seus recursos.

 


Existem boas metodologias para fazer um planejamento financeiro e organizar a contabilidade do seu negócio e é interessante recorrer a esse tipo de suporte para a definição das ações estratégicas ou, até mesmo, para a sua revisão. Podemos dizer que a evolução e o desenvolvimento de uma empresa dependem da qualidade de sua saúde financeira. O planejamento financeiro deve ser considerado um enorme recurso, com base no qual o empresário irá gerar à sua empresa a segurança de ação no dia a dia, além de obter subsídios valiosos, como fonte de informação, que facilitam e auxiliam o processo de decisão.

 

Vantagens de se fazer um planejamento financeiro 


Nós sabemos que provavelmente você tem algumas dúvidas sobre o assunto, então, conversamos com o José Luiz Amaral Machado, da Gerencial Auditoria e Consultoria para tentarmos esclarecê-las.

"Podemos destacar, entre outros fatores, que a principal vantagem do uso do planejamento financeiro é proporcionar maior segurança na proteção da saúde financeira da organização" afirmou. Mas não é só isso, ele também é "um instrumento que, quando bem utilizado, permite ao empresário antecipar a visão da condição financeira futura, o que passa a ser um diferencial competitivo para a tomada de decisão", destaca Machado.

 

Outra coisa importante é que, quando o planejamento financeiro é bem desenvolvido e utilizado pela empresa, ele também evita os riscos do negócio incorrer em custos financeiros, que hoje são pesadíssimos - por escolha errada do regime tributário ou por não conhecer as novas normas da Reforma Trabalhista ou mesmo as mudanças do eSocial. Isso significa que o empresário não precisará desviar-se do foco verdadeiro do negócio para transformar-se em "bombeiro" do dia a dia, isto é, apagador de incêndio por deficiência de caixa para atender as necessidades da operação" afirma.

 


Como aplicar um planejamento financeiro

 

Para implantar e colocar em funcionamento um planejamento financeiro, sugerimos que você, em primeiro lugar, tenha em mente o sucesso da sua empresa e mantenha a disciplina de aceitar e atuar dentro de um plano que foi estabelecido. Para avançar, você deve estar ciente de que a questão financeira da sua empresa será provocada imediatamente.


Segundo Machado, "o início sempre ocorre através das definições das condições de geração de recursos da empresa e dos custos e desembolsos que serão necessários para a operação". Feito isso, é importante cuidar para não gerar ações que forçam a saída do plano pré-estabelecido, pois, se isso acontecer, as consequências serão os custos que vão aparecer e comprometer o resultado do seu negócio.

 


Qualquer ação que a sua empresa vá desenvolver, traz consequências que aparecem nas diversas áreas da organização, desde o departamento pessoal até, inclusive, na área financeira e é por isso que destacamos os aspectos de "disciplina" e "planejamento". É necessário que você, empresário, tenha a consciência de que toda e qualquer ação tem consequência e que, nesse sentido, tudo deve ser muito bem avaliado para evitar o comprometimento do projeto como um todo.

 

Os projetos empresariais normalmente enfrentam grandes problemas, ou por falta de recursos financeiros, no início da atividade, ou por gestão sem plano adequado no seu dia a dia, por isso é tão importante contar com um planejamento financeiro. Hoje existem ferramentas que oferecem um enorme auxílio para se trabalhar com a área financeira e que dão apoio ao desenvolvimento, acompanhamento e avaliação do planejamento.


Várias metodologias servem para desenvolver e aplicar o planejamento financeiro, entre eles o PDCA que vem lá da área da qualidade, mas que é uma ferramenta valiosa no auxílio à implantação e acompanhamento do desempenho financeiro. "Essa metodologia traz consigo forte orientação para que se utilize o planejamento, a execução dentro do planejado, a checagem ou verificação para avaliarmos nossa ação frente ao planejado e a ação visando correção ou adequação das possíveis distorções observadas" afirma Machado.

 


O ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act ou Planejar-Fazer-Verificar-Agir) tem o intuito de aprimorar os processos de uma empresa através de quatro etapas.

Planejar: Nesse estágio é que deve ser feita a implementação de um plano que esteja de acordo com a realidade e as normas da empresa, com o objetivo de resolver os problemas;
Fazer: Aqui deve-se colocar os planos elaborados em prática. É uma etapa que requer bastante atenção para as ações não fugirem do que foi planejado;
Verificar: É o momento de analisar o andamento e os resultados já conquistados com o plano;
Agir ou Corrigir: Período em que é realizada a manutenção do projeto. Ou seja, corrigir falhas e melhorar o que for necessário.

 

E aí, o que você achou?

Após implementar um sistema de planejamento financeiro, como o PDCA, para a gestão financeira da sua empresa, é preciso acompanhar os seus resultados. Para isso, uma consultoria pode ajudá-lo, já que auxilia no momento de planejar e administrar as suas finanças, e no armazenamento de informações, para a manutenção dos seus planejamentos financeiros.


Será apenas com um planejamento financeiro bem estruturado e sólido que você terá maior clareza do projeto que você escolheu para o seu crescimento e que poderá executar as ações necessárias para alcançar os objetivos que você traçou. Não se esqueça: realizar esse controle deve ser visto como necessidade para qualquer empresa.
Esperamos que você tenha entendido, com este artigo, a importância de controlar finanças e que comece hoje mesmo a colocar em prática o que aprendeu aqui. Boa sorte!