Mindset em Recursos Humanos: mudar para inovar em startups

mindset recursos humanos0
Blog > Gestão > Mindset em Recursos Humanos: mudar para inovar em startups

Sabia que o mindset em Recursos Humanos pode influenciar todos os aspectos de uma startup, refletindo inclusive na criação e entrega de valor ao cliente?

O ecossistema no qual esses negócios inovadores estão inseridos é repleto de incertezas e as soluções criadas resultam, em grande medida, de tentativas e erros. 

Trata-se, portanto, de um ambiente de constantes transformações, que demanda pessoas dispostas a encarar desafios e a experimentar o novo.

O que isso tem a ver com o mindset em Recursos Humanos?

É o que você vai descobrir ao longo deste artigo.

O que é mindset em Recursos Humanos?

Por definição, mindset em Recursos Humanos é a mentalidade que orienta todos os processos de gestão de pessoas em uma startup. 

O termo em inglês, que pode ser traduzido também como “configuração mental”, é aplicado a diferentes aspectos da vida pessoal, profissional e organizacional

É o mindset que define como reagimos diante das mais diferentes situações e como tomamos decisões conforme nossas crenças, valores e convicções.

A psicóloga americana Carol Dweck, da Universidade de Stanford, autora do livro Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso, divide o conceito em dois tipos:

  1. Mindset fixo
  2. Mindset de crescimento.

O mindset fixo parte do princípio de que os valores, qualidades e habilidades não mudam. 

Pessoas com essa mentalidade acreditam que nasceram predispostas a algumas habilidades em detrimento de outras. 

Quando submetidas a desafios, tendem a oscilar entre o sucesso e o fracasso, a vitória e a derrota.

Caso não consigam superar os obstáculos, sentem-se extremamente incapazes. 

O mindset de crescimento, conforme a psicóloga americana, é o oposto.

Pessoas com esse tipo de mentalidade acreditam no processo de desenvolvimento.

Em geral, são pessoas que lidam melhor com desafios e não desistem nas primeiras tentativas fracassadas.

Ao invés de se sentirem derrotadas e incapazes, encaram os desacertos como oportunidades de crescimento e de criação de algo novo e relevante

No universo das startups, não é difícil entender que o mindset em Recursos Humanos deve ser de crescimento, inovação e mudança, buscando sempre extrair o máximo do potencial da equipe.

Impactos do mindset na gestão de pessoas

O mindset em Recursos Humanos é o principal guia de todos os aspectos da gestão de pessoas, como composição de equipes, definição do organograma e política de remuneração.

Diferentemente das corporações tradicionais, em que as estruturas verticais internas são entrelaçadas por processos burocráticos, as startups são horizontalizadas e dão aos membros autonomia para tomar decisões.

Mindset Recursos Humanos no recrutamento e seleção 

Nesse contexto, o mindset de Recursos Humanos precisa fazer parte da cultura organizacional da startup desde o processo de recrutamento e seleção

Uma empresa inovadora, imersa em um ambiente de oportunidades (e também de riscos), pode não ser o que um profissional que privilegia uma carreira estável procura. 

O processo de recrutamento e seleção deve, portanto, privilegiar pessoas com o mindset de crescimento, que gostem de desafios e queiram contribuir com algo que faça a diferença.

Mindset de Recursos Humanos na gestão de equipes

A mesma mentalidade se aplica a outros aspectos da gestão de equipes, como atribuições de funções e responsabilidades, treinamento, meritocracia e estímulos à criatividade.

Ao proporcionar um ambiente descontraído, com áreas de lazer, espaço para descanso e flexibilidade de horário, o mindset de Recursos Humanos contribui também com o aumento da produtividade.

Ao mesmo tempo, cria uma conexão entre a startup e seus colaboradores, transformando o dia-a-dia de trabalho em um momento agradável e de aprendizado mútuo.

Por que mudar para um mindset inovador?

A inovação do mindset de Recursos Humanos tem potencial para solucionar diversos problemas relacionados à gestão de pessoas. 

Startups são um tipo de negócio que sofre, por exemplo, com a alta rotatividade de colaboradores, o que inevitavelmente tem impactos negativos.

Para contornar esse problema, além de contratar as pessoas certas para o lugar certo, o gestor de RH precisa criar estratégias de retenção de talentos.

Uma das maneiras de fazer isso é por meio do partnership, modelo de gestão que eleva os melhores colaboradores à condição de sócio da startup

Ao participar juridicamente da empresa como dono, o profissional tende a se dedicar mais e a dar menos atenção às propostas salariais dos concorrentes. 

Quanto a outros modelos de contratação, a escolha deve ser guiada, à luz da legislação, pelo alinhamento de interesses, buscando o que é melhor para o colaborador e para a empresa.

Como mudar o mindset no RH em startups

Como negócios tecnológicos e inovadores, você não pode gerir uma startup com a mentalidade de uma empresa tradicional.

Mudar o mindset de Recursos Humanos implica em adotar uma cultura organizacional pautada na colaboração, na tecnologia e nos princípios do manifesto ágil.

Motivação, valorização e incentivo

Para evitar problemas como a alta rotatividade de funcionários, sua startup deve investir em estratégias de motivação, valorização e incentivo.

Compartilhar os avanços, ressaltando que o sucesso é resultado do esforço e dedicação de todos, é um bom começo.

Além disso, você pode oferecer remuneração variável baseada na meritocracia, flexibilidade de horário, possibilidades de trabalhar em home office, entre outras iniciativas.

People Analytics

O People Analytics é uma ferramenta de gestão de pessoas baseada na análise e processamento de dados.

Por meio de relatórios de Business Intelligence, é possível, por exemplo, criar estratégias de otimização de equipes, treinamentos específicos e reorganização interna.

Os dados, quando tratados e interpretados do jeito certo, geram insights valiosos, tanto no mindset de Recursos Humanos quanto em outros aspectos da startup. 

BPO de Recursos Humanos

Independentemente da fase do seu negócio, você pode adotar o BPO de Recursos Humanos para gerir com mais eficiência as questões trabalhistas. 

BPO é a sigla para Business Process Outsourcing (Terceirização de Processos de Negócios), estratégia que tem crescido no ambiente empresarial devido às diversas vantagens, tanto do ponto de vista de redução de gastos quanto de profissionalização.

Por meio do BPO de RH, procedimentos como admissão, férias, rescisão contratual, orientações trabalhistas e gestão de benefícios podem ser executados por uma empresa com expertise no assunto. 

Viu como a mudança do mindset em Recursos Humanos pode contribuir com o desenvolvimento de sua equipe?

A tarefa não é fácil, mas você não está sozinho nessa.

Para ajudá-lo a aperfeiçoar a gestão de pessoas em sua startup, existe a Comece com o Pé Direito

Fazemos o gerenciamento de todas as rotinas burocráticas do seu RH e Departamento Pessoal, além de oferecer consultoria especializada na área. Deixe suas rotinas conosco e tenha mais tempo para focar no que realmente importa: o crescimento do seu negócio.

Leave a Reply