Tributação de Startups: entenda como funciona e como fazer da forma correta

Startups: um grupo de pessoas trabalhando com uma ideia diferente que pode ou não fazer dinheiro. Empresas jovens, inovadoras e, principalmente, escaláveis. De acordo com a StartupBase, maior base de dados de startups brasileiras, há quase 13 mil startups em atuação no País.

 

Até aí tudo bem, eu já falei sobre isso. Muito mais do que ter uma boa ideia, oferecer soluções tecnológicas e desejar muuuuuito crescer, o empresário dono de startup precisa tomar cuidado. BASTANTE CUIDADO. Para questões atreladas ao mercado, a gestão, e - definitivamente - para as questões financeiras e jurídicas. 

 

E eu to falando isso porque no artigo de hoje a gente vai conversar sobre a tributação de startups. Se você ainda não começou o seu negócio, de nada vai adiantar querer começar com o pé direito mas não ter um planejamento tributário. Se você já começou o seu negócio, mas ainda não fez o seu, vamos ao que interessa para tornar o seu negócio viável. 

 

A tributação sobre a renda das empresas brasileiras é uma das mais elevadas do mundo, segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI). E, se você fizer a escolha errada em relação ao enquadramento tributário, a carga de impostos pode ser bemmm pesada.

 

Chegou a hora de te darmos mais detalhes, estão rola a tela para descobrir como funciona a tributação de startups e de que forma você pode fazer a melhor escolha para o seu negócio!

 

Tributação de startups: qual é a melhor?

 

O seu negócio é diferente do meu negócio que é diferente do negócio do meu vizinho. Então, non ecxiste uma única resposta para essa pergunta. Porém, considerando o cenário geral das startups, o regime mais adequado costuma ser o Simples Nacional.

 

E isso porque a carga tributária do Simples é mais baixa, e, como o próprio nome já diz, é o regime tributário mais simplificado na hora de recolher e apurar. 

 

Esse regime foi elaborado especialmente para empresas menores ou que estão começando e para aderir a essa opção, você deve ficar atento aos limites de faturamento. Para microempresas o faturamento igual ou inferior a R$ 360 mil e para empresas de pequeno porte o faturamento deve ser superior a R$ 360 mil e inferior a R$ 4,8 milhões.

 

Agora, pera aí. Optar pelo Simples Nacional sem a validação da assessoria contábil pode acarretar em um custo de imposto maior que outros regimes tributários, pois a empresa pode ter um serviço sujeito ao Fator "R" e/ou tributar em um anexo com alíquota mais elevada.

 

Por exemplo, empresas do segmento de tecnologia normalmente sofrem migração de anexo dentro do Simples Nacional - em virtude de suas atividades serem influenciadas pelo fator “R”. Isso exige um bom planejamento tributário, porque dessa forma será possível verificar qual o melhor regime fiscal para este tipo de empresa.

 

Se você quer saber em qual regime tributário sua empresa melhor se encaixaria, é só clicar aqui e descobrir!

 

Cuidados na hora de avaliar e escolher a tributação correta para uma startup

 

Sobre o enquadramento da startup a gente já falou, mas, além disso é necessário tomar outros cuidados. Lembre-se, por exemplo, de que o preço do seu produto ou serviço deve considerar, além do custo de produção, prestação de serviço ou margem de lucro, a cobrança da carga tributária. 

 

Se você deixar essa adição de lado, mesmo que venda o que pretende, considerando o preço viável e o que espera lucrar, na hora de pagar os impostos a conta não vai ser o que você esperava. 

 

Outro tópico que merece atenção é que muitas atividades que as startups desenvolvem não estão enquadradas atualmente em fatos geradores - que nada mais são do que aquilo que gera a obrigação tributária. Muitas delas, aliás, são novas em relação a tudo o que é oferecido pelo mercado, e isso pode gerar confusão, pois o empreendedor pode nem saber quanto deve pagar precisamente sobre o seu produto ou serviço.



Como fazer o planejamento tributário e a contabilidade da forma correta da sua startup 

 

Assim como qualquer empresa "convencional", uma startup precisa separar a vida dos sócios da vida da empresa. Se você quer saber mais sobre isso é só clicar aqui. Mas, de forma resumida, isso significa que todas as despesas da empresa precisam ter nota fiscal correspondente em nome da empresa.

 

Toda e qualquer receita precisa ter nota emitida. Ainda mais se pensarmos no no futuro, onde a sua empresa pode crescer e se tornar uma empresa optante pelo Lucro Real - que precisa ter toda a documentação contábil correta, a fim de transmitir a verdade da empresa. 

 

Como fazer isso de forma efetiva? Através de um planejamento tributário.

 

Fazendo um planejamento tributário você pode analisar as modalidades de tributos federais, estaduais e municipais, de acordo com o seu negócio, e a situação econômica da sua empresa.

 

É através dele que a sua empresa vai manter uma boa relação com a assessoria contábil, validar toda e qualquer alteração contratual e manter uma projeção de ganhos para enquadramento no melhor regime. 

 

Bem realizado, o planejamento tributário também proporciona a empresa que ela se torne mais competitiva em seu mercado, além de poder fazer mais investimentos.



Depois desse artigo acho que você está preparado para fazer escolhas corretas e para entender a importância de ter conhecimento sobre a tributação para startups. 

 

Não  há dúvida que a escolha correta previne problemas e impede a sua empresa de pagar mais do que precisa. Mas é sempre bom lembrar que, para tomar essa decisão de forma mais segura e produtiva é necessário conhecer bem as finanças e o histórico da sua empresa, visto que a tributação ideal varia conforme as necessidades e o perfil de cada negócio.

 

Cada startup deve ser analisada com muito cuidado por um especialista, e é pensando nisso, que a Comece com o Pé Direito tem o que você precisa. Nós oferecemos uma assessoria especializada em contabilidade para startups. 


Temos atendimento diferenciado, mentoria de especialistas na área e estamos sempre prontos para oferecer a solução mais adequada para o seu negócio. Agende uma conversa com um dos nossos especialistas!